Destaques

NA CIDADE NATAL DE JESUS, IGREJA NOMEIA PRESBÍTEROS

Um israelita chamado Natanael uma vez perguntou: “Pode alguma coisa boa vir de Nazaré?” Momentos mais tarde, ele estava cara a cara com Jesus de Nazaré, declarando-o Filho de Deus e Rei de Israel.

Mais de 2.000 anos depois daquela boa confissão, uma pequena congregação de seguidores de Cristo na cidade natal de Jesus tornou-se a primeira Igreja de Cristo no Oriente Médio a designar presbíteros. 

Diante de uma assistência recorde de 76 pessoas, Bishara Bishara e Suhail Shleyan foram ordenados para o pastoreio da Igreja de Cristo em Nazaré — uma congregação de aproximadamente 50 cristãos árabes nos dias modernos do Estado de Israel.

“Não nos chamem de presbíteros. Apenas nos chamem de servos”, disse Bishara, membro da igreja em Nazaré desde 1968, que se aposentou como diretor da Galilee Christian High School (Escola Secundária Cristã da Galileia) . “Apenas buscamos ser líderes espirituais, e nossa confiança está baseada na Palavra de Deus para nos guiar.”

Shleyan tornou-se membro da igreja em 1982,  e trabalha como engenheiro para o município de Nazaré. Ele disse que vê a nomeação como “uma grande responsabilidade”.  “Entendemos que nosso crescimento futuro depende de boa liderança,” Shleyan disse. “Orem por nós enquanto buscamos fazer a vontade de Deus”. 

A igreja em Nazaré começou em 1960 através do esforço dos missionários Ernest Stewart e Ralph Henley.  Pelo menos nove famílias serviram como missionários em Nazaré desde o ano de fundação, disse Evertt Huffard, vice-presidente e deão de Harding Graduate School of Religion (Harding Escola Superior de Religião) em Memphis, Tenn., que participou do culto de dedicação.  

Huffard, um presbítero da Igreja de Cristo White Station em Memphis, e sua esposa Ileene, serviram como missionários em Nazaré por cinco anos e retornam quase todo ano para encorajar a igreja.

“No último ano que vivemos em Nazaré, eu ensinei bastante sobre liderança,” Huffard disse. “Durante os últimos três anos, a pedido deles, eu tenho treinado a Igreja no desenvolvimento de líderes”. 

Maurice Jadon, ministro da Igreja por mais de 30 anos foi um ardente apoiador do esforço da congregação para identificar líderes potenciais.

“Minha esposa e eu sentimos que temos carregado as responsabilidades e fardos da igreja sozinhos por décadas” Jadon disse. “Agora fomos abençoados com estas duas famílias para compartilhar o fardo. Este é um tempo extremamente empolgante para nós e toda a igreja”.

Durante o culto de consagração, Jadon explicou a importância dos presbíteros para a congregação. A igreja adorou em árabe e inglês em reconhecimento a seus convidados americanos.

Entre os que participaram estava Bob Mayes, um presbítero da Igreja de Cristo de Signal Mountain em Tennessee. Esta congregação sustentou Jadon durante 13 anos. 

Também estava presente Bob Cowan, um presbítero da Igreja de Cristo de Red Boiling Springs, Tennessee, que assumirá o sustento de Jadon em janeiro. Donnie Barnes, ministro da Igreja em Red Boiling Springs, também tem sido um encorajador da Igreja em Nazaré por 40 anos, e participou no culto.

Diversas congregações dos E.U.A têm apoiado a Igreja em Nazaré, Huffard disse: a Igreja de Cristo de Echo Meadows no Oregon, Ohio, a Igreja de Cristo da Park Avenue em Memphis, e a Igreja de Cristo Piedmont Road em Marietta, Georgia.

“Por quase 50 anos, a Igreja (em Nazaré) tem estado sob a supervisão de igrejas americanas,” Huffard disse, “então, eu vejo este processo como um grande passo na maturidade da igreja para ter seus próprios líderes espirituais. Foi uma inovação interessante já que nenhuma Igreja em Nazaré tem presbíteros”.

Dois mil anos depois de Jesus ter andado nas ruas da cidade de sua infância, Nazaré tem uma população de aproximadamente 65.900 pessoas, e é a maior cidade predominantemente árabe no Estado de Israel. Muitos árabes lá freqüentam a Igreja Ortodoxa grega e o Cristianismo Copta. A população muçulmana da cidade está crescendo.

O evangelismo em Nazaré é um desafio, disse Jadon. Agora que a igreja tem presbíteros, “o trabalho real começou”, ele acrescentou. 

“Os presbíteros e eu também começaremos a preparar a congregação para uma vida melhor, para o serviço no reino, e para a vida eterna”, Jadon afirmou. 

A igreja sabe que o trabalho será difícil, cheio de altos e baixos, ele acrescentou, mas “nós escolhemos crescer”. 

“Nosso alvo e sonho”, ele disse, “é que a Igreja de Cristo em Nazaré seja um centro de pregação” para salvar o perdido.






Todos os artigos